Pedro Resende Leão Vence Prémio Vasco Vilalva com Museu de Arte Sacra de Santarém

7 Abril, 2015

Pedro Resende Leão Vence Prémio Vasco Vilalva com Museu de Arte Sacra de Santarém

O projeto de reabilitação arquitetónica do Museu de Arte Sacra de Santarém, da autoria do arquiteto português Pedro Resende Leão foi o grande vencedor do Prémio Vasco Vilalva 2015. Atribuído anualmente pela Fundação Calouste Gulbenkian, o prémio visa distinguir projetos de excelência na área da reabilitação, valorização e conservação de património histórico e cultural em Portugal.

O projeto elaborado por Pedro Resende Leão foi considerado pelo júri, composto por Dalila Rodrigues, António Lamas, José Pedro Martins Barata, José Sarmento de Matos e Rui Esgaio, como de grande importância e abrangência. O júri destacou ainda os critérios e metodologias das intervenções efetuadas, que proporcionaram o “resgate da perda iminente de um conjunto de peças de arte sacra”.

A obra de reabilitação, que permitiu a salvaguarda de três centenas de peças de enorme importância histórica, implicou um investimento de 1.7 milhões de euros.
O novo museu, que faz parte da iniciativa “Rota das Catedrais” possui várias salas e espaços de visitação, que incluem a Sé e o corredor nobre do Paço Episcopal. Possui também um espaço para exposições temporárias, no lugar de um antigo refeitório jesuíta.

O júri concedeu ainda uma menção honrosa a José Neves pela recuperação do Cinema Ideal, em Lisboa.

Fonte e Imagem (adaptada): via Fundação Calouste Gulbenkian






Ordem dos Arquitetos Publica Análise ao Regulamento Técnico das Instalações Desportivas
Woolwich Central é Oficialmente o Edifício Mais Feio do Reino Unido
Prémio Nacional de Arquitetura em Madeira 2015
Consultora Portuguesa Estabelece Parceria com Universidade do País Basco
CIN apresenta Cor do Ano 2016
Schneider Electric assina protocolo com Casas Em Movimento

         
         

Comentar

* Obrigatório    

Advertisment ad adsense adlogger