A Mão Aberta de Qingdao do Arquiteto Julien De Smedt

4 Junho, 2014

A Mão Aberta de Qingdao do Arquiteto Julien De Smedt

Desenvolvido pela JDS (Julien De Smedt), o projeto Qingdao Open Hand pretende, de acordo com o atelier belga, abordar a dinâmica da interação urbana local e reduzi-la à escala do edificado. Constituído por cinco edifícios diferentes unidos por um espaço público central elevado, como os dedos de uma mão, o conjunto distribuir-se-á por uma superfície total de 183 mil metros quadrados.

O complexo, localizado em Qingdao, na costa Este da China, província de Shandong, será formado por escritórios e zonas de retalho e a sua construção será dividida em duas fases distintas.

As fachadas das estruturas, recobertas de aberturas circulares de diâmetro variável, foram dimensionadas para permitir a maximização da entrada de luz solar e exposição ao ambiente circundante.

mao-aberta-qingdao-02

mao-aberta-qingdao-03

mao-aberta-qingdao-04

mao-aberta-qingdao-05

mao-aberta-qingdao-06

mao-aberta-qingdao-07

mao-aberta-qingdao-08

mao-aberta-qingdao-09

mao-aberta-qingdao-10

mao-aberta-qingdao-11

mao-aberta-qingdao-12

mao-aberta-qingdao-13

mao-aberta-qingdao-14

Fonte: JDS| Imagens: via JDS (adaptadas)







Comentar


* Obrigatório